NOTÍCIAS

22/08/2020

NEGOCIAÇÕES COLETIVAS 2020-2021


Informamos que foram concluídas as negociações coletivas entre o sindicato dos trabalhadores nas indústrias da construção civil, mobiliário e similares de lajeado e vale do taquari e o sindicato das indústrias da construção, mobiliário, marcenarias, olarias e cerâmicas para construção, artefatos e produtos de cimento e concreto pré-misturado do vale do taquari – sinduscom/lajeado, assim formalizando as convenções coletivas de trabalho de 2020/2021 para as categorias de profissionais da construção civil e similares, mobiliário, marcenarias e esquadrias, olarias e cerâmicas para construção na seguinte base territorial: anta gorda, arroio do meio, capitão, cruzeiro do sul, dr. Ricardo, encantado, ilópolis, lajeado, marquês de souza, muçum, nova bréscia, pouso novo, progresso, putinga, relvado, roca sales, santa clara do sul, sério, travesseiro.

Assim, foi firmado o reajuste de 2,46% sobre os salários-base de maio de 2019. O percentual deverá ser aplicado já na folha de agosto e os valores relativos às diferenças de maio, junho e julho poderão ser parcelados entre os meses de agosto e dezembro.


Pisos salariais por categoria:

Mobiliário, Marcenarias e Esquadrias

Contrato de experiência (60 d) = R$ 1.355,20 p/mês ou R$ 6,16 p/hora
Após contrato de experiência = R$ 1.397,00 p/mês ou R$ 6,35 p/hora
Profissionais = R$ 1.564,00 p/mês ou R$ 7,11 p/hora
(Assim considerados: serrador de madeiras, lixador, lustrador, montador e pintor de móveis)
Marceneiro / esquadrieiro = R$ 1.982,20 p/mês ou R$ 9,01 p/hora
Aos “aprendizes” referidos pelo Decreto nº 5.598, de 1º/12/2005 (D.O.U. 02/12/2005), um piso/hora de R$ 5,29 por hora (R$ 1.163,80 p/mês)

Construção Civil e Similares
Servente = R$ 1.324,40 p/mês ou R$ 6,02 p/hora
Oficiais = R$ 1.773,20 p/mês ou R$ 8,06 p/hora
(Assim considerados: pedreiros, ferreiros, carpinteiros, pintores, azulejistas, gesseiros ou assemelhados, colocadores de basalto, parqueteiros, pastilheiros, marmoristas, oficiais eletricistas e oficiais hidráulicos)
Aos “aprendizes” referidos pelo Decreto nº 5.598, de 1º/12/2005 (D.O.U. 02/12/2005), um piso/hora de R$ 5,29 por hora (R$ 1.163,80 p/mês)

Olarias e Cerâmicas para Construção
Servente = R$ 1.324,40 p/mês ou R$ 6,02 p/hora
Profissionais = R$ 1.773,20 p/mês ou R$ 8,06 p/hora
(Assim considerados: mecânicos, eletricistas, operadores de máquinas automotoras (trator, pá-carregadeira e similares) e o responsável pelo cozimento (queimador) e secagem).

Pretendemos nas próximas semanas depositar junto à drt/rs, as respectivas convenções coletivas de trabalho, e quando estiverem disponibilizadas no sistema do ministério do trabalho , iremos publicar as convenções por inteiras em nosso site.

Abaixo a circular com os valores de reajuste e pisos salarias para as respectivas convenções coletivas de trabalho de 2020/2021.

Também faça o download do resumo dos pisos salarias; (ABA DOWNLOAD DO SITE).